Hospital de Órbigo Caminho de Santiago

DIA 10: Villar de Mazzarife – Rabanal Del Camino

Distância percorrida – 60Km
Altimetria – 561m

Depois de capotar as 9 da noite e acordar as 7 da manhã, por incrível que pareça estou inteira!

Café da manhã reforçado no Albergue e partiu pedalar!!!

Saímos de Villar de Mazzarife  e não tivemos diferenças de trajeto,  passamos por Chozas de Abajo

Chozas de Abajo

E seguimos para Hospital de Órbigo onde paramos para o bocadillo de jámon do dia e chegar atravessando essa ponte linda é emocionante!!!

É uma ponte do século XIII, na rota dos peregrinos. Diz a lenda que, nesta ponte, um cavaleiro leonês enfrentou um duelo contra estrangeiros que queriam atravessá-la para desfazer uma promessa de escravidão com sua amada Dona Leonor, pela qual ele teria que jejuar toda quinta-feira e carregar um pesado anel de ferro em volta do pescoço. Ele não teve sucesso, mas os juízes de La Justa recompensaram Don Suero, libertando-o de seu ringue. Por esse motivo, a ponte é conhecida como Passo Honroso

Hospital de Órbigo Caminho de Santiago

Hospital de Órbigo Caminho de Santiago

A cidade é um graça, e o Albergue Municipal é dentro da Paróquia.

Caminho de Santiago de Bike

Albergue Municipal Hospital de Órbigo

Passamos por Santibánez De Valdeiglesias para mais um carimbo no passaporte e uma oração de agradecimento.

Santibánez De Valdeiglesias

Santibánez De Valdeiglesias

Seguimos as setas junto com os peregrinos, um sol à pino e clima muito seco. Qualquer semelhança com o interior do Nordeste é mera coincidência rsrs

Caminho de Santiago de Compostela

Caminho de Santiago de Compostela

E mais uma supresa, no meio do nada surge uma tenda de doação de frutas, La Casa De Los Dioses, com um carimbo de coração no passaporte ….coisas do Caminho.

Parecia um milagre, o sol estava castigando e peguei uma melancia para refrescar e repor água!

La Casa De Los Dioses Caminho de Santiago

Continuamos até Astorga, a cidade mais romana do Caminho.

Astorga Caminho de Santiago

Adorei Astorga, outra cidade que teria tirado um day off para conhecer melhor.

Astorga tem 46,78 km² de área e 12 mil habitantes É a capital econômica da região histórico-cultural denominada Maragateria. É também o destino final da estrada romana de Braga até Astorga, muito usada na época medieval pelas populações e peregrinos.

Logo na entrada já tem uma estátua de peregrino com uma fonte de água. Quando você abre a água, a água também passa para a estátua do peregrino rsrs

Astorga Caminho de Santiago

Este pequeno templo é a sede da Confradia e dedica-se ao auxílio para os mais necessitados e enfermos. A capela foi reconstruída em 1816 durante o reinado de Fernando VII, O Desejado.

Astorga Confradia

Almoçamos na Plaza Mayor , em frente ao  Edifício do Ayuntamiento (prefeitura), um menu peregrino muito bom!

Plaza Mayor Astorga

Na praça tem um loja com a mochila gigante! Não consigo imaginar fazer esse Caminho carregando a bagagem, eu despachei todos os dias e conto como no post do guia de viagem!

Peregrino Caminho de Santiago

Paramos no Palácio Episcopal de Astorga, que infelizmente estava fechado para visitação.

Projetado por Gaudí, ao estilo do modernismo catalão. Gaudí concordou em projetar o novo palácio episcopal de Astorga por sua amizade pessoal com o bispo. As obras começaram em 1889 mas Gaudí não pôde terminar, a morte de seu bom amigo, o bispo Grau, e a falta de compreensão de seu sucessor fizeram com que Gaudí abandonasse a obra. O projeto chegou ao fim em 1915, sob a direção de Ricardo García Guereta.

Palácio Episcopal de Astorga

A Catedral de Astorga, dedicada a Santa Maria, é a sede episcopal da Diocese de Astorga, uma das mais antigas do país, documentada desde o séc. III com o título de Apostólica.

Cheia de detalhes, simplesmente MARAVILHOSA!

Catedral de Astorga

Catedral de Astorga

Saindo passamos pelo pueblo de Santa Catalina e El Ganso para carimbar o passaporte e tomar  um shot de Orujo, bebida destilada à base de uva, dizem os espanhóis que é bom para digestão, no Bar Cowboy.

Santa Catalina Caminho de Santiago

Bar Cowboy El Ganso

Mais alguns quilômetros pedalando e chegamos em Rabanal Del Camino, no Albergue La Senda. Logo na entrada, na estrada. Lugar bacana, estava lotado e ao lado tinha um bar onde jantamos.

Albergue La Senda Rabanal Del Camino

Rabanal Del Camino é mais uma cidade pequena que vive do Caminho.

Estamos à 238km de Santiago, aos pés da subida da Cruz de Ferro! Descansar que amanhã será morro acima 💪👊🚴‍♀️

Caminho de Santiago de Compostela

DIA 11: Rabanal Del Camino – Ambasmestas

Distância percorrida – 78Km
Altimetria – 1.025m

Café da manhã delicioso no albergue, saímos de Rabanal Del Camino com um nascer do sol lindo e o dia já começou com uma subida constante mas não muito íngreme  por uma serra com muito verde, bem diferente dos dias anteriores até a Cruz de Ferro!

Rabanal Del Camino Caminho de Santiago

Caminho de Santiago de Compostela

Caminho de Santiago de Compostela

Na Cruz de Ferro existe o ritual de levar uma pedra desde sua casa e deixá-la nos pés da Cruz de Ferro. Significa deixar ali, na cruz, o que há de negativo da sua vida. Seja um problema, um vício ou até mesmo uma doença. Você quem define o que ali você quer descarregar.

Cruz de Ferra Caminho de Santiago

Fiz meu pedido, deixei a minha pedrinha, mas confesso que a Cruz de Ferro não me emocionou tanto.

No começo da descida, paramos em Manjarin no começo da descida para carimbar o passaporte em um lugar que mais parecia em Alto Paraíso na Chapada dos Veadeiros/GO rsrs

Manjarin Caminho de Santiago

Descida desafiadora de 17km com muitas curvas, pelo menos era Carretera, que deu frio na barriga e no corpo inteiro porque no alto da serra estava frio!

Caminho de Santiago de Compostela

Caminho de Santiago de Compostela

Chegamos em Molinaseca, uma cidadezinha linda, com mil habitantes, e  vários albergues e restaurantes bonitinhos! Comemos o nosso básico e diário bocadillo de jamon de frente para o rio e seguimos para Ponteferrada.

Molinaseca Caminho de Santiago

Molinaseca Caminho de Santiago

Ponferrada, capital da região de Bierzo, com 70 mil habitantes e muitas coisas para ver! O centro histórico desta cidade se estende aos pés de um imponente castelo fundado pelos Templários.

Ponferrada Espanha

Ponferrada tem sua primeira experiência em uma cidadela antiga da era romana. A partir do século XI, com o Caminho de Santiago, surgiu o bairro de Pons Ferrata, localizado na rota jacobina e nomeado para a construção de uma ponte reforçada com ferro.No ano de 1178, o rei leonês Ferdinand II colocou esse núcleo florescente sob a custódia da Ordem do Templo.

Visitamos o Castelo Templário, gótico, mas boa parte está em obras.

Os Templários usaram a fortaleza romana primitiva para construir nela um castelo no qual se estabeleceram e, ao mesmo tempo, protegiam a passagem dos peregrinos. Esse fato favoreceu o crescimento populacional e envolveu o desenvolvimento comercial da área. O Castelo abriga a Biblioteca Templária e o Centro de Pesquisa e Estudos Históricos de Ponferrada, com cerca de 1.400 livros, incluindo obras de Leonardo Da Vinci.

Castelo Templário Ponferrada

Castelo Templário Ponferrada

Saímos de Ponteferrada e fomos comer Pulpo a Galega em Cacabelos.

Cacabelos Caminho de Santiago

Pulpo a Galega

Passadinha para carimbar o passaporte peregrino, quase completo 😜, em Villafranca del Bierzo, na Igreja São Tiago e chegamos em Ambasmestas, aos pés do Cebreiro para mais um desafio! Foco, força e fé que Santiago está ai !!!

Villafranca del Bierzo

O Albergue Camynos fica na beira da estrada, o proprietário Javier é um encanto de pessoa.

Albergue Camynos Caminho de Santiago

Quarto lindo, dia de lavar roupa e jantar Codilo de Cerdo – cotovelo de porco, achei uma delícia!

Albergue Camynos Caminho de Santiago

Albergue Camynos Caminho de Santiago

Codilo

 

Descansar no quarto de princesa que amanhã tem Cebreiro e conto como foi mais esse desafio do Caminho no próximo post 😉

No @elas_mundo_afora, no stories Camino11 tem muito mais conteúdo desse dia!